segunda-feira, 18 de maio de 2015

Meça muito bem suas Palavras, não perturbe e não seja (um) perturbado!


Meça muito bem suas Palavras, 
não perturbe e não seja (um) perturbado!
Por Caciano Camilo Compostela​, Monge Rosacruz

Existe uma diferença abissal entre pensar e ter pensamentos. Pesquisas da Universidade da Vida apontam que 98% das pessoas são possuídas por seus pensamentos e muito pouco hábeis em pensar. A avalanche de ideias dispersas, desencontradas, passageiras, 'pseudo-conscientes' e desnorteadas em geral arrastam o indivíduo para a lama do automatismo, sufocando-o em problemas sobre os quais não  tem e nunca terá o menor controle, embora carregue toda a culpa.

Uma mente desorientada é pior, muito pior, que qualquer 'olho gordo' ou feitiço.

Muitas pessoas alimentam a ideia de que sofrem perseguição de inimigos, que vivem sob uma 'maldição familiar', que a vizinha lhes lançou um mal olhado, que suas configurações astrológicas são negativas, que são obsediadas por espíritos zombeteiros ou que carregam um karma mais pesado que o dos 'Cristos', quando a realidade é simples: Elas não pensam, são conduzidas pelos pensamentos!

Uma das coisas que caracteriza o indivíduo que não pensa é o falar; falar qualquer coisa, a todo momento, sem direção, sem substância, sem medida.

Sendo o Pensamento a energia mais poderosa da Sphera humana e a Palavra sua consubstanciação, é de fundamental importância que estejamos permanentemente atentos. A palavra, veículo do pensamento, retroalimenta os ciclos internos que tornam-se padrões, e estes, por sua vez, vão ditando a forma como vemos e conduzimos nossas vidas. Nossa realidade é, em grande parte, moldada conforme a natureza e força de nossos pensamentos que guiam, junto da Imaginação, Emoção e Palavra nosso destino.

É imperativo,absolutamente necessário, que tomemos a dianteira de nossas vidas e aprendamos a construir uma Personalidade condizente com nossos Objetivos. É urgente que modifiquemos cotidianamente nossos hábitos e assumamos o Compromisso de estarmos focados nas coisas, pessoas, leituras, situações e conversas que contribuam para nosso crescimento pessoal.

Aceitar passivamente e acumular todo e qualquer lixo mental nos faz adoecer, empobrecer e apodrecer pouco a pouco.

Do mesmo modo que o fruto não costuma cair muito longe da árvore, o 'perturbado' e o 'perturbador' costumam habitar o mesmo corpo.

A tibieza de pensamento, tão marcada pela mediocridade, casa facilmente com a maledicência e a 'conversa mole' gerando pessoas problemáticas em todos os campos, de diferenciados modos e diversificados os graus.

O espírito cronicamente aflito, deprimido, desanimado, fracassado, improdutivo e inconsequente certamente o é por alimentar demônios condizentes com essas características. Permitir que pensamentos e palavras a esmo se instalem em nossa rede mental, significa abrir espaço para que Ens Sombrosos vampirizem força e vitalidade.

Pensar é tomar consciência de si e estabelecer o próprio Caminho, Missão e pegadas; é enfrentar o desafio de reconstruir-se; é não permitir que a moda, a sociedade ou mídia nos enquadre dentro de um padrão inibindo a expressão do Verdadeiro Eu, a Verdadeira Vontade.

5 comentários:

  1. Exatamente o que eu precisava ler hoje, obrigada por compartilhar!

    ResponderExcluir
  2. Não entendi a chamada para os rosacruzes nenhum Rosacruz e perturbado ou pertubador
    Paz Profunda

    ResponderExcluir
  3. Ótimo texto. Nos leva a refletir mais e ver que podemos direcionar nosso pensamento e palavra. Somos donos do nosso destino.

    ResponderExcluir
  4. Simplesmente perfeito. Muito bom.

    ResponderExcluir

Deixe seu e-mail para retornarmos seu comentário.