domingo, 19 de agosto de 2012

HERMETIC ORDER OF MARTINISTS



FILOSOFIA

O Martinismo é uma forma iniciática esotérica ou mistica de Cristianismo que considerea Jesus Cristo como O Reparador e objetiva pela reintegração do homem para atingir um estado idealizado. Tal estado é aquele atingido no Jardim do Éden antes da Queda do Homem como descrito na Sagrada Bíblia (Gen 3,1-6).

O Martinismo reflete a filosofia esotérica do misticismo Cristão do filósofo francês Louis Claude de Saint Martin (1743-1803), que foi discípulo do maçom e teúrgo do século 18 Martinez de Pasqually (1727-1774). Os escritos espirituais de Saint Martin foram publicados sob o pseudônimo de “Le Philosophe Inconnu” ou “O Filósofo Desconhecido”.

A Ordem Hermetica dos Martinistas (HOM) é uma Ordem Martinista aberta somente a Mestres Maçons de uma Loja sob a autoridade da Grande Loja Unida da Inglaterra, ou uma Grande Loja reconhecida por ela, que são membros ao menos do Primeiro Grau (Zelator) da Societas Rosicruciana In Anglia (SRIA). 

Assim, por definição, aspirantes devem ser seguidores da Fé da Trindade Cristã.

Por um processo de iniciação, meditação, estudo, discussões e contemplações esotéricas, membros da Ordem objetivam descobrir e compreender a presença de Jesus Cristo neles.

ORGANIZAÇÃO
A Ordem é liderada por um Grande Mestre, que é atualmente Sâr Perseverando, e administrada pelo Grande Arquivista, Sâr Omnia Venet Ab Deo. A Ordem é organizada no sistema de Loja similar ao da Maçonaria. Uma Heptada é composta de um mínimo de sete membros e uma Loja no mínimo de 21 membros. Um Círculo possui menos de sete membros. Os encontros são conhecidos como Conventículos.

Há três graus, ou degraus no sistema da Ordem Hermetica dos Martinistas:
·         Primeiro Grau: Associado
·         Segundo Grau: Iniciado
·         Terceiro Grau: Supérieur Inconnu, SI ou Superior Incógnito

Para um Irmão se tornar o Mestre de sua Loja ele recebe a cerimônia de PI (Philosophe Inconnu ou Filósofo Desconhecido) e é instalado. Esta cerimônia somente pode ser feita por um Filósofo Desconhecido tal qual como o Grande Mestre, o Grande Inspetor ou o Inspetor Principal assim como os Grandes Inspetores Passados.

A paramenta consiste de uma tunica branca, uma capa preta com capuz e um cordão. O cordão é preto para os membros, vermelho para o PI, dois vermelhos e branco para o Filósofo Desconhecido e vermelho e dois brancos para o Grande Mestre.

A Culminação é a celebração do membro sendo avançado ao grau de SI. Durante esta ceremônia, ao membro é concedido um belo colar branco com bordado em dourado.

HISTÓRIA
O Martinismo Moderno surgiu no final do século XIX na França e foi fundado como Ordem Martinista pelo espanhol, ficiso, hipnotista a espirtualista PAPUS (Doutor Gerard Encausse). Ele foi membro do esotérico Rito de Memphis Misraim, o qual é uma forma egípcia da maçonaria desenvolvido pelo Conde Alessandro di Cagliostro. Sob a liderança de Papus a Ordem cresceu rapidamente. Entretanto, PAPUS morre em 1916 e foi sucedido por Charles Detre (Teder), o qual desenvolveu uma Ordem (conhecida como L'Ordre Martiniste-Martinéziste of Lyons) que se tornou mais maçônica em sua filosofia. O Deputado do Grande Mestre de Teder foi Victor Blanchard, quem posteriormente recusou seu o Grão Mestre quando da morte de Teder em 1918, pois considerava que as exigências maçônicas estavam fora do verdadeiro espírito do Martinismo.

O Patriarca da L'Église Gnostique Universelle (Igreja Gnóstica Universal), Jean Bricaud sucedeu Teder como Grão Mestre e transferiu a sede da Ordem para Lyon onde se tornou  conhecida como L'Ordre Martiniste de Lyon. Bricaud desenvolveu ainda mais a conexão Maçônica assegurando a exigência de ser maçom para se afiliar a Ordem Martinista.

Em 1921 com Victor Blanchard (Sâr Yesir) como Grão Mestre, um grupo de Martinistas funda um outra ordem, L'Ordre Martiniste et Synarchique (OMS), a qual não exigia filiação maçônica. Durante a tirania da Segunda Guerra Mundial, a luz do Martinismo foi quase extinguida na Europa, mas as tradições iniciáticas foram mantidas em segredo na Suiça a qual se manteve neutra durante os anos de guerra. Blanchard permaneceu como Grão Mestre da OMS até sua morte em 1953 e foi sucedido por Dr. Edouard Bertholet(Sâr Alkmaion) da Suiça.

Subsequentemente em 1958, Louis Bentin (Sâr Gulion) recebeu uma carta de Bertholet para formar o braço inglês da OMS e se tornou assim, o Grão Mestre da Grande Loja Britânica da OMS.

A Ordem Hermetica dos Martinistas (HOM) foi iniciada por um grupo de martinistas britânicos em 14 de Março de 1978 com o maçom e esoterista britânico, Desmond Bourke (Sâr Olibius) como Grão Mestre. Bourke foi um antigo membro da Societas Rosicruciana In Anglia e um membro da OMS. Pela sua forte amizade com Bentin, foi concedido a Bourke uma carta restrita para a HOM por Sâr Gulion.

Os ensinamentos da HOM se aproximam daqueles da OMS.

Nossos Grãos Mestres:
  • Sâr Olibius (1978 – 1984)
  • Sâr Tutela (1984 – 1993)
  • Sâr Benevolentia (1993 – 2005)
  • Sâr Fidentia (2005 – 2007)
  • Sâr Perseverando (2007 – )


LOJAS
Até o presente as seguintes Lojas e Círculos da HOM se encontram na Inglaterra:

Meridian Lodge meets in Hampstead, London.
Hampstead Lodge is dormant, but its members are presently meeting with Meridian Lodge.
Sutton Lodge meets in Sutton, Surrey.
Brighton Lodge meets in Brighton, Sussex.
Medway Lodge meets in Gillingham, Kent.
Fenlands Lodge meets in Rushden, Northamptonshire.
Golau Lodge meets in Port Talbot, South Wales.
Northumbria Lodge meets in Howden, East Yorkshire.
Corieltauvi Lodge meets in Nottingham, Nottinghamshire.
St James Heptad meets in St James's, London.
Há planos de consagrar duas (e possivelmente três) Lojas em Hampshire, West Midlands and Middlesborough.

Fonte: Glhom

BRASIL
No Brasil a Hermética Ordem dos Martinistas - HOM chega no ano de 2012 a qual já com membros Iniciados, está se estabelecendo para assim iniciar seus trabalhos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu e-mail para retornarmos seu comentário.