quarta-feira, 6 de outubro de 2010

EGRÉGORA EXPECTANTE






A Igreja Expectante foi fundada em 17/08/1919, na Argentina, onde se encontrava Cedaior, seu primeiro Patriarca. O Mestre Cedaior divulgava a doutrina da “Nova Raça” no seu “Livro das Leis de Vayu”. Desta obra consta também o nome de seu filho, Sevãnanda, o 2º Patriarca, entre as nove pessoas que aparecem como fundadores da Igreja.

        O 2º patriarca, Sri Sevãnanda, por meio de novas e amplas BASES dadas à Igreja por ocasião de seu translado ao Brasil, onde hoje está sua sede internacional, registrou-a como Pessoa Jurídica e deu a esta instituição o sentido religioso da Era do Futuro, que é também chamada, conforme os lugares e pessoas, de ”Era Olímpica”, “Era de Aquário”, “Terceiro Milênio”, “Era de Maitreya”, “Era da Compreensão” ou “Era da Boa Vontade”, etc.

Os pontos essenciais que caracterizam a Igreja Expectante são:

a)“Evangelizar, no sentido mais amplo do termo, isto é, pregar e praticar os Evangelhos e Ensinamentos de todos os grandes Reveladores, Profetas, Santos e Iluminados, Pensadores, do Oriente e do Ocidente, pondo em evidência a unidade de religião sob as formas múltiplas de cultos, credos e ritos”.

b)“Promover, por todos os meios legais e legítimos, morais e honestos, a aproximação de todos os devotos, crentes e místicos”.

c)“Estimular o aspecto Expectante, isto é, a espera amorosa e cheia de vida espiritual de novos Enviados e Avataras que a humanidade deve cultivar para sair do materialismo, causador da crise moral mundial”.

d)“No que se refere à preparação espiritual de sua própria hierarquia, a Igreja Expectante regulará, por meio de regimento interno, os estudos, vestimentas, sagrações e funções ou atribuições de seu sacerdócio, de seus ungidos e ungidas, assim como dos noviços e noviças”.

        Num rápido comentário destes textos, literalmente transcritos das BASES, bem como de decisões complementares, tomadas pelo 2º Patriarca por meio de Atas registradas, de suas disposições em relação ao ponto “d”, podemos esclarecer o seguinte:

        No aspecto doutrinário já está claro que Todos os Evangelhos são aceitos pela Igreja Expectante. Porém, na América Latina, por exemplo, seus rituais são sempre de base Cristã (essênia), por um lado, com complemento de base oriental, já que a vinda de Maitreya, próxima manifestação do Espírito Crístico para a era vindoura, já está conhecida e divulgada no Oriente desde muitos decênios, e no próprio Ocidente já é muito comentada.

        As várias raças têm tido sucessivas Revelações, das quais cada uma tem gerado múltiplas religiões, como é o caso do Budismo, dividido em tantas seitas ou escolas, e com o Cristianismo, dividido em Catolicismo, Protestantismo, Ortodoxos e inúmeros Heterodoxos, perfeitamente cristãos também!

        A posição ampla Expectante faz, portanto, desta Igreja, a Igreja de todas as religiões ou, melhor dito, de todos os cultos que compõem a Religião Universal.

Outras particularidades da Igreja Expectante são:

  - Difundir uma doutrina clara, singela, concordante com os costumes sociais (aceita o divórcio) e com os conhecimentos científicos da época (aceita os muitos mundos habitados) sem mistérios teológicos. 
  - Dar ao povo a oportunidade de conquistar a Função Sacerdotal. Para isso, além dos seus Sacerdotes Expectantes (não tem bispos, cardeais, nem papas – O Patriarca é um Sacerdote eleito ou indicado pelo seu antecessor) tem também Noviços e Noviças que podem chegar, casados ou não, a ser Ungidos ou Ungidas, isto é: Sacerdote ou Sacerdotisa do Lar, que podem doutrinar, pregar, celebrar Liturgia e administrar Bênçãos e Sacramentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu e-mail para retornarmos seu comentário.