quarta-feira, 11 de maio de 2016

O Sanctum Celestial - A HARMONIA DO CÓSMICO



 O Sanctum Celestial
A HARMONIA DO CÓSMICO
por Robert E. Daniels, F.R.C.

Não há nada tão belo e digno da mais nobre emulação do que a expressão normal da natureza espíritual de nosso Ser. À Medida que nos tornamos mais espiritualmente propensos, deixamos de lado todas as coisas sórdidas da vida. Sentimo-nos interiormente mais beloqs e mais puros. Muitos homens sentem-se realmente receosos de expressar o lado espiritual de sua natureza, temendo que isso diminuirá a sua varonilidade e a índole voluntariosa da mente. Não devemos concordar com isso porque a maioria dos grandes místicos do mundo tem provado e demonstrado que o místico ideal pode possuir características espirituais altamente desenvolvidas, juntamente com a vontade poderosa e mente organizada.

Os grandes místicos irradiavam amor impessoal e compaixão profunda. Seu principal interesse era auxiliar os seus semelhantes por meio de todos os poderes que possuíam. Sua ascendência espiritual não provinha da teoria do misticismo, mas de uma comunhão íntima com o Cósmico, e do fato de viverem verdadeiramente a vida mística. Se quisermos atingir esses mesmos ideias, teremos de por em prática princípios como os que são ensinados pela filosofia Rosacruz, tornando-nos familiarizados com um sistema ordenado para iluminação interior.

Uma das nossas maiores ajudas nessa questão é o entregarmo-nos a um período diário de meditação como propósito de estabelecer uma condição de harmonização cósmica. A maioria de nossos problemas e obstáculos decorre de não estarmos harmonizados com o Cósmico. Com o restabelecimento dessa harmonia, por meio de um período diário de meditação, poderemos eliminar de nossa mente e de nossa consciência, (previnir) todas as doenças, problemas e perplexidades, adquirindo a paz interior e a harmonia que desejamos.
Atitude Positiva

O ideal do místico é conseguir harmonização com a Divindade, quase sempre designada como Consciência Cósmica. Muito tem sido escrito sobre o assunto, porém para a maior parte das pessoas o ideal ainda está em futuro muito remoto. Uma das possibilidades para sucesso nessa realização está na atitude mental básica que antemos dia após dia.

Uma atitude negativa e pessimista, focalizada sobre as coisas infelizes e desagradáveis da vida, não elevará a nossa consciência ou estimulará o nosso desenvolvimento espiritual, a respeito de quantos livros sobre misticismo possamos ler.

Com sentimentos de alegria e confiança, contudo, e manutenção de uma atitude construtiva diante da vida, criando mentalmente e visualizando, ao mesmo tempo, os nossos ideias, sem deixarmos de trabalhar para a sua realização, poderemos recorrer à corrente básica de poder cósmico que flui através de nosso Ser. Nossos desejos, todavia, deverão se tornar mais intensos, mantidos por fervor e entusiasmo reais. Esse é o eio para as maiores possibilidades e, por sua prática, desenvolvermos poder e ascendência espiritual para atingir o reino da Consciência Cósmica.

As condições instáveis do mundo atual, a incerteza, a intranquilidade e a discórdia revelam a influência incitadora do Cósmico para as mudanças. As pessoas buscam harmonia, paz e segurança, porém as condições inseguras e as indagações sérias de muitas ourtas estão abalando as bases da sociedade.

Há um anseio de liberdade e alívio da autoridade. Deve se tornar óbvio para nós, como estudantes de misticismo, que estamos passando por uma importante fase do ciclo cósmico de mudanças. Deveremos tentar compreender a razão de instabilidade e das condições inseguras, e cooperar com os seus sábios decretos.

O Cósmico jamais se satisfaz com o status quo. Muitos valores do passado estão sendo abandonados; as gerações mais jovens, em particular, desejam maior liberdade de expressão e ação. Os valores políticos estão sendo seriamente contestados. Valores novos estãos endo buscados nas artes e nas ciências.

Essas ocorrências não são novas; a história apenas está se repetindo. Para o Cósmico, os ciclos têm sempre provocado mudanças, porém nunca tão violentas quanto as que hoje se processam, talvez principalmente porque as ocorrências reagem rapidamente, em todo o mundo, como jamais o fizeram. Qual, todavia, a lição que devemos aprender de nossa conturbada era?

O mundo necessita de uma solução que o misticismo pode oferecer, a qual requer que cada indivíduo estabeleça um novo conjunto de valores em seu interior. O homem tem necessidade de maior compreensão de sua relação para com o universo e o seu semelhante. Deve desenvolver sua consciência para estabelecer harmonia com o Cósmico. O homem tem de admitir que deve penetrar no significado mais profundo da existência. Não mais podemos continuar a viver na periferia, tentando evitar nossas responsabilidades herdadas. Melhor dizendo, devemos chegar a aceitar a necessidade de nossa participação plena na vida. As forças cósmicas estão impulsionando e orientando os nossos passos para a senda que nós mesmos preferimos trilhar.

Há muito que nós mesmos poderemos fazer para auxiliar, para colaborar com as forças cósmicas com o objetivo de possibilitar maior progresso na vida de outras pessoas. Enrtegando-nos totalmemte a vida mística e prestando todo auxílio que pudermos, teremos certeza da cooperação do Cósmico e de um sem número de humanitaristas que julgam seu dever tudo fazerem para colaborar no progresso da humanidade. .·.

Revista “O Rosacruz” - Abril de 1978 (páginas 90 e 91)
**************

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu e-mail para retornarmos seu comentário.