quinta-feira, 14 de maio de 2015

A chave da Abundância, a Magia da Multiplicação


A chave da Abundância, a Magia da Multiplicação
Por Caciano Camilo Compostela, Monge Rosacruz

Consta que um dos maiores Magos do Ocidente, certa feita, teria realizado a 'Multiplicação dos Pães' saciando fartamente toda uma multidão; quando tomei a palavra para fazer este 'sermão' à uma platéia de centenas de pessoas em uma das maiores capitais do país, eles não sabiam, mas estava ensinando Magia. 

Se existe um demônio que comanda a legião de indivíduos desafortunados, azarados, sofridos, miseráveis, infaustos, mesquinhos, desditosos e infelizes, o nome dele é Ingratidão!  É ele quem amamenta os sentimentos de autodepreciação, insuficiência, incapacidade fazendo com que cada célula viva mergulhada nas areias movediças do desânimo. 

No episódio da Multiplicação, não há relatos de que se tenha traçado Círculos no chão, emitido Fórmulas Cabalísticas, evocado Espíritos ou conjurado Elementais; a "Magia da Simplicidade" foi a pedra fundamental:

'Ele ergueu o pão aos céus e deu Graças'

Eis uma lição de Gratidão; mesmo que as circunstâncias estejam momentaneamente aquém dos nossos ideais, mesmo que não estejamos do modo desejado ou não tenhamos (ainda) o que queremos devemos:
  1. Agradecer pelo que temos.
  2. Agradecer pelo que Já conquistamos com o mesmo Sentimento/Amor, mesmo isto ainda esteja adiante. 
  3. Acima de tudo, sentir-se (e agir) em plena comunhão com a Abundância Universal que sempre nos reserva, aconteça o que acontecer, o melhor.

A Gratidão é muito mais que uma emoção, é um posicionamento, uma Atitude de vida que afasta os ventos cinzas da desgraça; não é algo direcionado a uma pessoa, acontecimento ou objeto, mas uma Conexão impessoal, abrangente, múltipla e permanente. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu e-mail para retornarmos seu comentário.